Mitos no Desenvolvimento de Software

Mitos no Desenvolvimento de Software

Mitos no Desenvolvimento de Software

Embora seja conhecido por ser um campo lógico, analítico e racional, o desenvolvimento de software também tem diversos mitos que acabam sendo não só propagados mas aceitos nos dias atuais.

Mesmo com vários desenvolvedores e fornecedores de software se tornando mais flexíveis e se afastando de abordagens tradicionais de desenvolvimento de software, ainda há uma população enorme que reluta em fazer alterações disruptivas por causa desses mitos.

Neste post tentamos desmentir alguns desses mitos.

Terceirizar significa comprometer a qualidade

Isso está longe de ser verdade. Terceirizar pode te ajudar a conseguir talentos e mão de obra qualificada, onde você não teria disponibilidade antes.

Isso traz expertise e velocidade no desenvolvimento dos seus produtos.

Os clientes sempre saberão o que querem e saberão explicar isso de forma clara

Nem toda empresa que vai desenvolver um software tem analistas que sabem descrever de forma técnica o que necessitam, mas isso não quer dizer que não saibam o que querem.

Além disso, existe o lado que diz que os clientes nunca sabem o que querem até que você mostre.

Nesse ponto deve existir sim um equilíbrio onde haja o entendimento que o cliente sabe o que quer, e a empresa que irá desenvolver precisa ter o know-how de como saber criar e desenvolver o projeto o que o cliente quer.

Acaba se tornando uma relação onde os dois lados aprendem juntos para entregar um produto de sucesso, onde o essencial é sempre ouvir o cliente.

Quanto mais recursos, mais rápido

Esse provavelmente é um dos maiores mitos no desenvolvimento de software. Entende-se que somente adicionar recursos (desenvolvedores) para um projeto, você irá acelerar o desenvolvimento e consequentemente a entrega.

Porém, dependendo a fase do projeto e da estrutura dele, adicionar mais desenvolvedores pode atrasar o ciclo de desenvolvimento por causa das questões de treinamento e colaboração.

A mais recente ferramenta, tecnologia ou metodologia de última geração é a bala mágica

Novas tecnologias, ferramentas ou metodologias sempre trazem um avanço considerável no desenvolvimento de software, porém, nem sempre são adequadas para todos os casos.

Ou seja, por mais que sua equipe de desenvolvedores fique extremamente animada com uma nova ferramenta, não significa que ela vai ser viável para o seu produto logo que ela é lançada.

A liberação do produto de software significa que o projeto chegou ao fim

Depois que um produto é liberado, o foco deve ser o recebimento ativo de feedback dos usuários finais e a incorporação de uma abordagem iterativa ao produto. 

É necessário que haja um processo contínuo de atualizações e revisões feitas no software, juntamente com testes eficientes de bugs, a fim de oferecer produtos da mais alta qualidade ao seu cliente.

O Agile exige que os proprietários e desenvolvedores do produto trabalhem em um único local

Com as tecnologias atuais, isso não passa de um mito.

Existem literalmente centenas de ferramentas de desenvolvimento, comunicação e organização que torna o trabalho dos times distribuídos mais fácil e fluido, tornando possível o trabalho com equipes remotas para o desenvolvimento de software, mesmo que os desenvolvedores não estejam fisicamente próximos à empresa.

Se você quer saber como a Keyworks pode ajudar o seu negócio, contate um de nossos especialistas.  

Posts relacionados---

Deixe um comentário---

Back to top

Fale com um especialista

Conte com os mais de 17 anos de know-how em Desenvolvimento de Software da Keyworks. Solicite o contato de um especialista sem compromisso e entenda como podemos ajudar sua empresa.

Espere, não vá embora ainda!

Conte com os mais de 17 anos de know-how em Desenvolvimento de Software da Keyworks. Acompanhe nossos conteúdos semanais, e inscreva-se para ser notificado por e-mail.